Clicando em "Aceitar cookies", você concorda que a Sete Capital pode guardar cookies no seu dispositivo e utilizar essas informações de acordo com a nossa Política de Privacidade.

dúvidas frequentes / faq

imagem_faq

Como podemos ajudar?

Ainda em dúvida sobre nosso serviço? Veja aqui a resposta para as dúvidas mais frequentes de clientes e saiba como a Sete Capital pode te ajudar a resolver o problema da sua dívida.

Não. A metodologia da Sete Capital é diferente. Nós negociamos as dívidas de nossos clientes diretamente com os bancos e instituições financeiras, sem ações judiciais que podem trazer prejuízo ou restrições ao nome do cliente para possíveis novos financiamentos.

Não. Por ser um modelo de financiamento diferenciado, o tempo de negociação é muito longo, além disso, os descontos alcançados são baixos e sem garantias para nossos clientes.

Não. Por terem uma administração federal e não privada, os bancos públicos não aceitam negociação de dívida, apenas a quitação completa do débito ou o refinanciamento da compra.

Não. A grande maioria dos financiamentos de imóveis são feitos por bancos públicos por terem uma maior oferta de crédito. Infelizmente, as instituições públicas, não aceitam negociação.

No site atendimentosete.com.br você encontra todas as informações necessárias sobre o seu processo. Além disso, a qualquer momento, você poderá entrar em contato com nossa equipe de atendimento para inteirar-se sobre sua negociação.

Em contrato nós garantimos uma proposta de quitação entre 12 e 18 meses, podendo ser prorrogada por mais 6 meses. Assim que a quitação for aprovada pelo banco, o nome do cliente não terá mais nenhuma restrição, podendo fazer novas transações financeiras.

Quando um financiamento é feito, o bem adquirido é dado como garantia do pagamento. A ação de busca e apreensão é um direito dos bancos e financeiras de recuperarem o patrimônio financiado em caso de inadimplência. Vale lembrar que a apreensão do bem não significa a quitação da dívida, pois o bem é levado a leilão e o abatimento será equivalente ao melhor lance.

Após a apreensão por parte do oficial de justiça, o proprietário do veículo possui até 5 dias úteis para quitar o débito, caso contrário, o bem será levado a leilão.